quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Delírios...

Aqui estou eu brigando com os meus pensamentos e tentando entender.Inconsciente no amor e consciente em matéria de dizer eu cansei. Cansei dos fatos, do cotidiano e de encontrar sempre a mesma pedra no caminho. Tá gasta já, coitada! Nesse exato momento preciso de uma camisa de força e de alguns momentos sozinha. Tô levando a vida mais pro lado esquerdo que pro direito. Desculpa, mais o "direito" me traz uma idéia de tudo que é muito certo e realmente isso não é comigo. Voltas e voltas. É disso que eu falo. Por isso que eu sigo o meu coração. Algumas coisas quebradas podem ser consertadas e o meu coração é o primeiro a entrar nessa lista. Talvez se não concertos ninguém mais quebrava a cara por amar demais e todo mundo ficaria realmente para tal titia. Cruzcredo! :~Fantasio feito cabeça de criança e isso chega a ser simples. Por favor, algodão doce! Definitivamente tudo que já foi vivido até agora é eterno e as tentativas ficam guardadas nesse coração que tem espaços de sobra. Sabe se lá qual seja o melhor caminho. Mudando o rumo da história, ela é minha e posso colocar do meu jeito. Esses dias vi um cata-vento. Sério, fazia tempo que não via um desses. Coisinha que roda com o vento e tão bonitinha. Era uma menininha e ela corria com esse cata-vento na mão e eu pensava que quanto mais ela corria, com mais força o cata-vento levava os problemas, não os dela, talvez os meus. Quem sabe, não compre um pra mim. Tá legal! Já chega! Joguem a tal louca aqui no fogo ou pras cobras. Talvez seja essa gripe que me deixa esclerosada. Hoje eu sonho com cata-ventos

3 comentários:

Lud disse...

adoro cata-ventos.
beeeijos

Line disse...

Você escreve muito bem!
Adorei seus delírios! hahahaha

e quando testar a teoria do banco da praça vc me conta em ;)

beijos

simplicidade ao contrário disse...

Ameeei esse texto!

=)

Beeeijos
=***