terça-feira, 23 de agosto de 2011

Saúde

 

 

DSCN0898-1

“Quero mais, saúde. Me cansei de mudar de opinião..sobre como ter um mundo melhor.

(…)Mas ninguém sai de cima desse chove não molha, só sei que agora, eu vou é cuidar mais de mim…”

 

 

 

 

Saúde. Palavrinha Mágica de 5 letras que abre portas.

Perca a sua e descubra a quantidade enorme (ironia) de amigos reais que tu tens.

Descubra que aquela menina que te fazia compania nas festas, só quer a sua compania nas festas.

Descubra que o amigo, considerado mais importante de todos, contenta-se com uma mensagem e uma tentativa de ligação e diz: “seu cel estava desligado”! Ah ops, sim, ele tem o telefone da sua casa. E sim, quando se trata de saber que as pessoas se preocupam, não ligamos se somos incomodados.

Por outro lado…descubra pessoas que jamais imaginava te darem tamanho valor. Descubra o REAL significado da palavra COMPANHEIRISMO. É a pessoa que te leva ao hospital, fica com você o dia INTEIRO lá, briga com as enfermeiras por sua causa. É a pessoa que só vai embora no sábado quando você dorme. É a pessoa que volta no domingo, e não liga se esta um tremendo sol lá fora, e fica ali te fazendo compania. É a pessoa que vai embora pra tomar banho e jantar, e volta só pra te trazer algo gostoso pra comer.

Eu acho que a vida de alguém que fica doente, passa por um divisor de águas nessas horas.

Tem uma pessoa na minha vida, que há alguns meses atrás eu correria o telefone alucinada pra atender, ou ficaria com o telefone na mão esperando ligar.

Essa mesma pessoa, não sabe disso, mas perdeu esse lugar há meses atras num divisor desses.

Meu pai esteve doente, e eu estive sozinha lá…quando a talvez única pessoa esperada ao meu lado era essa. No dia eu acreditava haverem motivos. Dois dias depois isso caiu por terra junto com 50% da minha “devoção” e “admiração pessoal”…

Vocês estão vendo?

São estes momentos mais graves, onde verdadeiramente enxergamos as pessoas sem a famosa LENTE DE AUMENTO.

É como a teoria Freudiana do suco de laranja. Uma vez que se sinta o gosto de um suco feito com laranjas estragadas, toda a memória afetiva do suco feito pela mãe, que trazia sensação de proteção é permanentemente apagada. Trocada pela nova sensação.

Assim são as imagens das pessoas durante momentos divisores de águas.

Nossa memória afetiva, grava as novas sensações geradas por cada uma delas.

E eu comprovei isso.

E Deus me deu a possibilidade de sair inteira, e saudável pra tentar novamente, mas desta vez, perto das minhas verdades. Pois como eu já repeti pra alguém certa vez, elas são isso, verdades…!

Nenhum comentário: