terça-feira, 5 de outubro de 2010

In times like these...

Estamos sempre recomeçando.
Por mais que tracemos milhoes de planos, a gente nunca conta com as pedras do caminho, certo?
Eu não sei vocês mais eu vivo em mundo á parte. Por mais que as pessoas tentem me fazer ser mais realista, eu continuo acreditando nas coisas mais absurdas, e sonhando com as coisas mais infantis. Continuo achando que eu vou ser a vó tatuada que leva as netas pra viajar, costura botões coloridos nas roupas, e faz a melhor comida do mundo.
Continuo achando que sou merecedora, de um dia ter a casa com cerca branca, com o chão repleto de lego, um maridão pra dar colo, e com o amor sincero dos filhos.
Mas ainda estou apenas começando meu caminho. E tropeçar não é fácil, eu sei, mas essas pedras sempre vem pra renovar, fazer a gente recomeçar.
As vezes na hora em que as coisas acontecem a gente esbraveja, nao entende, chora, fica puta da cara com a vida. Questiona nossa própria fé.
Passam-se os dias, e passamos a encarar a vida sob novos moldes. Quando menos se espera lá estamos nós, agradecendo a vida por aquuilo ter acontecido.
É assim com todo mundo. Tá certo que eu tenho o "feio" costume de intensificar, sentir além do necessário, envolver-me além do necessário.
Vocês nunca vao me ver ficar á parte em alguma coisa, eu sempre acabo me metendo, me envolvendo, sentindo e muito, e muitas vezes tomando dores que inclusive não são minhas.
Toda essa intensidade tem sim seu lado ruim, mais torna tudo mais pulsante, mais colorido, mais doce, mais mais mais mais...É não é que no final das contas viver assim é maravilhoso? Eu faço de tudo pelo coração na boca, e a cabeça nas nuvens.
Se eu fosse fazer hoje um balanço dos últimos tempos, voltei pra casa, recomecei, troquei de emprego, terminei um namoro que não me preenchia mais, deixei falsos amigos no passado, deixei as cicatrizes causadas pelo tempo fecharem, viajei, me apaixonei , e descobri coisas que quero pra toda vida. Tá pouco pra vocês?
Ainda não inventaram fórmula melhor pra ser feliz do que tentando. Eu não tenho pressa de chegar ao final, mas respeitando meu tempo eu venho traçando o meu caminho. Terão sorte aqueles que estiverem inclusos nele. Aos que ficarem pelas esquinas da vida, uma boa sorte, e permanecerão nas minhas orações. Aos que ficarem ao meu lado, a certeza de que a parceria aqui é de vida, pra vida. É objeto de colecionador, é pra quem realmente merece...

6 comentários:

Angélica Medeiros disse...

Que lindo seu texto.
bem inspiratório.
Beijos

Renato Orlandi disse...

Oi migaaa! Aaaah mas como é difícil entender e respeitar o maldito tempo neah, aaaaah, tenho muitos sonhos, vários deles que até eu mesmo riria da minha cara se disser em voz alta, mas não desisto, acho importante não perdê-los, é uma motivação e tanto nesses momentos ruins......... sei que vai alcançar todos eles pq vc merece, mas qdo descobrir uma forma de lidar com a espera e com o tempo me conta tah rsrs....... Bjuuuuuuu, eu super deixaria vc passear com meus netos tb hasuahsuhasuhaushaussa....

por: мคяяყ ყคмคdค disse...

Oi Cááááá!
Faz tempinho que passava aqui e quando passei me deparei com essas coisas lindas que escreveu... Umas partes fazendo parte do meu momento, umas atitudes faz parte de mim tbm... enfim... Adoooooooro tudo isso! Bjks e bom findi

Duanny!. disse...

adoro seus textos, sabia?
um melhor que o outro.
=*

Cristiane disse...

Oi Cáh!!!

Menina que saudade de ler seus textos...não é difícil de perceber pelos seus escritos essa intensidade q vc comenta nesse último post e nisso pareço mto com vc e adorooo.
Desculpe a ausência, mas como deve ter visto pelo meu blog e orkut tenho um motivo mto especial né rs.
Vá a luta nunca desista dos seus sonhos e nem de recomeçar sempre que preciso!!!

bjosss

Cristiane disse...

Ah! acho que nao saiu mas, sou a Cris do Blog Cristiane Marino.
www.cristianemarinom.blogspot.com

bjs