sábado, 4 de dezembro de 2010

Cansei

 

 

 

 

 

Quando eu era criança, me ensinaram que a gente deve fazer o bem sem esperar nada em troca. Me ensinaram que as pessoas não vão ser boas comigo porque eu sou boa com elas. Me ensinaram a nunca esperar nada em troca.Me ensinaram que fazer o bem é algo que faz bem a si mesmo. Até no “catecismo” (é, eu fiz isso!) me contaram que seu Jesus ajudou não sei quantas pessoas e só uma voltou pra agradecer (não sei contar história direito, mas é mais ou menos isso). Eu já deveria ter aprendido nessa hora. Eu já devia ter prestado atenção na lição.
Mas não. A gente quebra a cara, apanha da vida, se ferra e não aprende. Você ajuda uma pessoa que depois quer puxar seu tapete, você respeita alguém que mal conhece essa palavra, você presenteia pessoas que fazem pouco caso de você no dia do seu aniversário, você é fiel á pessoa que amava e  um belo dia você descobre que a cabeça andava pesada de tanto carregar chifres, você paga o jantar da sua amiga que depois quer rachar o estacionamento de três reais com você.
Seria muita hipocrisia minha dizer que gosto de fazer o bem pras pessoas e só tomar ferrada em troca. Mas não sou covarde o suficiente pra dizer que sou boazinha pra agradar o mundo e não me importo se as pessoas agem com descaso comigo. Me importo sim.É lógico que eu espero algo em troca,mas nao espero equiparações, estátuas, dinheiro, presentes, espero apenas consideração. Não tolero descaso, falta de consideração, falta de respeito. Não tolero gente sem educação porque sou educada com as pessoas. Não tolero gente que não cumpre com a própria palavra porque, a partir do momento que eu me comprometer com algo, vou cumprir com o que foi dito, mesmo que para cumprir minha palavra tenha que dizer não pra mim mesma.
Nunca admiti, na minha vida, homem que diz que vai ligar e não liga. Nunca entendi minhas amigas que tomam end dos caras e insistem em ligar pra eles mesmo assim. Nunca entendi mulher que toma chifre e finge que não sabe. Na verdade, nunca entendi gente que finge de burro pra continuar pastando. Descaso, falta de consideração, falta de educação, falta de respeito, falta de hombridade, falta de coleguismo, falta de ser gente. Nunca vou entender como alguém acha isso normal. Nunca vou entender porque acham anormal quem age com decência.
Sempre esperei que as pessoas agissem comigo da mesma forma que ajo com elas e é por isso - e só por isso - que sou honesta. Que sou franca. Que sou amiga. Que sou fiel. Só por isso me esforço pra ser uma pessoa boa nas horas em que não dá a menor vontade de levar ninguém em consideração. Porque espero das pessoas o mesmo tipo de atitude. E não porque quero ser a Madre Teresa de Calcutá ou almejo algum tipo de canonização. Mas sabe de uma coisa? Bobagem. Na hora que a coisa aperta, é com um ou outro que você pode contar e só. Aí, cadê aquela sua amiga pra quem você pirateava cds do Jota Quest porque ela não tinha dinheiro pra comprar? Cadê aquela outra que, quando a mãe dela ficou doente, você se ofereceu pra ir com ela de madrugada pro hospital? Cadê aquela amiga que você buscou e levou em casa durante os quatro anos de faculdade? Cadê aquelas que freqüentavam todas as festas na sua casa? Cadê aquela que você levou em casa lá no fim do mundo quinhentas vezes depois das festas? Cadê aquela com quem você saiu procurando emprego pra ela, porque ela não tinha força de vontade de fazer isso sozinha? Cadê seu amigo que você perdeu uma madrugada fazendo o TCC dele porque achava que ele não daria conta, e perdeu o sono por imaginar que ele sofreria pois não conseguiria? Cadê todo mundo quando você precisa de uma coisa muito simples?
Não sei onde estão essas pessoas e agora, de verdade, prefiro não saber. Prefiro que todas elas se lasquem porque agora vou ser uma pessoa pior. Cansei de fazer o bem e me dar mal. Cansei de esperar atitudes das pessoas e mofar esperando. Cansei desse povo sobrando inútil na minha vida. Cansei de ser a boazinha. A que sempre se fode. Cansei dessa hipocrisia de fazer o bem de graça. Cansei de ser a única a me lascar. Cansei de me lascar de graça

2 comentários:

José María Souza Costa disse...

Estava lendo blogue e encontrei o seu. belissimo com textos agradaveis.Tenho um muito simplório, ainda assim lhe convido a visitar e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando por voce lá
Abraços de verdade

Lucas Lima disse...

Caraca! Que ódio!