sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O GRANDE ACONTECIMENTO

A gente está sempre esperando um grande acontecimento pra ser feliz. Faltam 29 dias pra num sei o que... faltam 16 dias pro meu carro novo chegar... faltam 28 dias pra eu chegar ao peso que eu quero... faltam seis dias praquela festa... faltam num sei quantos dias pro ano novo. Que porra é essa? Por que é que a gente tá sempre esperando algo de muuuuuuuuuito importante acontecer na nossa vida e nada muda depois do graaaaaaaaaaaande acontecimento? Ninguém sabe. O que a gente sabe é que vivemos sempre esperando um grande acontecimento e nada acontece depois dele. Haja vista que, logo no dia seguinte, começamos a aguardar ansiosos pelo próximo evento. E quando é que vamos ser felizes de fato?Estamos sempre esperando pela viagem da nossa vida, pelo reveillon da nossa vida, pelo carnaval da nossa vida, pela festa da nossa vida, pelo show da nossa vida, quando, na verdade, nossa vida acontece é entre um final de semana e outro, entre umas férias e outras, entre uma festa e outra. Essa espera do que vem pela frente só cria a ilusão de que a gente tem alguma coisa pra esperar. Algo de muuuuuuito importante está pra acontecer e precisamos estar aqui pra viver isso. E a gente vai vivendo enquanto isso. Vai levando a vida naquele emprego que a gente não gosta. Ficando com aquele ficante mais ou menos. Namorando com aquele carinha que já encheu o saco. Morando naquela cidade onde nada mais te surpreende. Freqüentando os mesmos lugares com as mesmas pessoas e os mesmos prazeres repetidos. Será que a gente tem mesmo que viver nessa sensação de que a gente está sempre na fila?Sei que esse papo é muito antigo. Mas tão antigo quanto esse papo é essa espera infinita de uma coisa que nunca chega. O que é isso que criaram na cabeça da gente? Você só vai ser feliz se tiver 1,78m e pesar 50kg. Se sua bunda não tiver nem uma sombra de celulite. Se seu cabelo não tiver um fio fora do lugar. Se sua calça for Osklen e seu tênis, Nike. Se você tiver o carro do ano. Se sua internet tiver uma conexão de um milhão de mega bytes. Se seu celular for o último lançamento do mercado (daquele modelo que filma, tira foto, vira cambalhota e dá tchau quando o ladrão te rouba). Se você fizer a dieta da nova loira-burra do momento. Se você só comer alface (orgânico, claro). Se seu corpo for igual ao daquela arreganhada na capa da Playboy (com Photoshop até lá onde vocês estão imaginando). Ou se você estiver pegando a boazuda do momento. Ah, me poupem!Por que é que ninguém fala do que realmente dá prazer na vida? Não contaram pra gente que beijo na boca é melhor do que MC Donald’s. Que a comida feita por quem a gente gosta é melhor do que qualquer fast food. Que estar com quem a gente ama é melhor do que fazer compras no shopping. Que festa com os amigos é melhor do que aquela multidão na feijoada famosa da cidade. Ninguém conta pra gente que o que a gente come com prazer não engorda. Ninguém conta pra gente que homem não gosta de mulher-esqueleto. Que mulher não gosta de homem-bomba. Ninguém me contou nada disso. Ninguém vai te contar.Não adianta pensar que sua vida vai mudar porque você passou o reveillon de preto ou de branco ou sem roupa. Dormindo ou acordado. Na sua casa ou em Paris. Óoooobvio que eu queria passar o reveillon em Paris. Óoooobvio que eu quero ter o corpo da Cicarelli e o carro do ano. Óooobvio. Mas é óoooobvio que eu não vou viver em função disso. Eu só não agüento mais ter amigas infelizes porque não têm dinheiro pra festa tal. Que não vão à praia porque não têm o corpo de não sei quem. Ou frustradas porque não estavam numa suuuuuper festa quando o ano aumentou um dígito. Qual é?! Vamos curtir o sol, vamos ao cinema, vamos comer muita pizza. Vamos comer chocolate sem culpa. Vamos colocar biquíni e nos sentir a Gisele Bündchen. Vamos trabalhar naquilo que nos dá prazer. Vamos viver todo dia sem esperar que a vida aconteça no final de semana ou no carnaval. Nossa vida tá acontecendo agora. E todo dia deveria ser uma festa pra comemorar esse grande acontecimento.

2 comentários:

Leandro disse...

Até porque dia de muito é véspera de nada.
E a gente tem que curtir, pois como diz o Novos Baianos: Besta é tu não viver nesse mundo, porque não há outro mundo.". Então vamos aproveitar enquanto é tempo, porque deixar pra depois, não sabemos o que acontecerá depois.
Beijão

Mih disse...

todo dia quero curtir falar com vc, quero ser feliz, quero amar mais e mais.

amei o post e amo vc como se te conhecesse há séculos.

beijos