terça-feira, 1 de setembro de 2009

Have you been listening to your heart????

Ouvir o coração. Taí algo que eu nem sei se faço sempre. Apesar de ser altamente sentimental, ás vezes eu mando ele falar mais baixo, só pra não ter que escutá-lo!
Quantos de nós já perderam oportunidades, ou as deixaram passar quando se trata de amor? Todos. É o velho jargão, cada escolha resulta em uma renúncia. E muitas vezes eu até concordo com ele.
Quantos de nós já tiveram seus corações magoados, quantos já magoaram corações, na busca de interpretar, entender aquilo que ele quer dizer pra gente?
Bah, tu tens uma namorada linda, és invejado pelos teus amigos, mas a não tão bonita menina to teu trabalho mexe cuntigo. Tú tens um namorado daqueles que toda mulher sonha, abre portas de carro, paga contas, diz eu te amo com a velocidade da luz, e só anda de terno, tudo ótimo se não fosse aquele carinha da tua rua, que só anda de bermudão e havaiana, que faz tuas pernas ficarem bambas toda vez que o vê.
O coração é mesmo uma coisa engraçada. A falta de controle que temos sobre ele é uma cosia engraçada.
Mas, há um ponto em que tudo perde a graça. Quando o teu amor não é recíproco. Quando tu deitas a cabeça no travesseiro todo dia imaginando ela vindo ao teu encontro numa praia deserta, enquanto ela sonha com compras. Quando tu te pegas vendo um super moletom da mormaii na vitrine, e te lembras que ele adoraria, mas pera aí, ele quem? teu namorado nunca pisou em uma prancha e odeia modinhas.
Complicado. Eu diria cruel. E aí as pessoas se conformam, ah se não dá pra ter aquilo que eu quero vou namorar quem me quer! Puta idiotice. Auto enganação das maiores, ilusão com pré determinação ao fracasso.
O que faz alguém ter medo de realmente buscar quem ama? Medo de ser ridículo? Medo de não dar certo e ter que juntar os pedaços? Poupe-me mas o felizes para sempre só ocorre em contos de fadas, na vida real é felizes segundas terças e sextas e quebrando o pau nas quartas e nos domingos. É assim que o amor é. Não é perfeito. Não é fácil. Não tem hora pra chegar, e como diz um certo alguém: Não tem hora pra ir embora!
Mas desde quando isso foi desculpa pra alguem deixar de tentar?
Se tua mãe te dizia pra não subir na goiabeira porque tu poderias cair, tu davas bola? Pelo contrário, subia, plantava macaquinho lá em cima, ficava de cabeça pra baixo, e se caisse ainda mostrava a casquinha todo orgulhoso pros amigos e dizia: Caí do pé de goiaba lá em casa, subi até em cima!
Ah, pra isso inventaram o merthiolate, a água oxigenada (quem nao adorava ficar olhando o machucado ferver), o esparadrapó, e todos os artefatos usados em curativos.
Agora levanta a bunda do sofá e se tiver surdo(a) coloca um aparelho de audição no coração e escuta. Mas pelo amor de Deus, ESCUTA!
Já ouviu alguém dizer que do chão tu não passas? Pois é, não passas mesmo.
Não direi mais nenhuma palavra. Surdez de coração me irrita. E como!
Medos foram feitos para serem enfrentandos!

3 comentários:

Mih disse...

Com certeza, o coração é algo difícil de entender, mas a gente tem que tentar, sempre tentar e continuar tentando.


beijos

Jarid Arraes disse...

Eu não era do tipo romântica, que fazia tudo por amor, mas de repente me transformei. E, quer saber? Não me arrependo.

Como viver coisas novas, ser feliz... sem coragem de mudar e fazer certas loucuras?

Gostei muito de teu texto, linda.

E muito obrigada pela visita! Amei o comentário! :D

E também o teu blog e tua foto lindíssima!

Beeeeijo!

Angélica Medeiros disse...

Ai ai..como sempre o coração ne??
adoroooooooooooo

bjo